Construindo nossa casa

Pois é gente, fazer bioconstrução não é fácil.  São vários os percalços e geralmente não tem muito pra quem pedir ajuda.  Nem o engenheiro, nem o arquiteto, nem o pedreiro ou o mestre de obras poderão te ajudar caso vc tenha duvidas.  Mais provável eles vão achar que vc é algum excêntrico… ” Não quis bater laje?  Então se vira!”

Mas para os bravos que ainda persistem, desejo muita força de vontade.  Tenha em mente que é uma obra com um ritmo muito diferente das casas convencionais de alvenaria.  É preciso viver a obra, e não querer que ela acabe o mais rápido possível.  Da forma que estamos realizando a obra, em alguns momentos ela é também educacional, vindo gente que nunca fez essas técnicas praticar aqui.

Digo isso porque os ultimos dias foram muito cansativos, de muito trabalho e reflexão, mas que valeram a pena, conseguimos adiantar um pouco mais a obra e devagar continuamos esta fase.

Nessas ultimas semanas contamos com a ajuda de Marouane, um marroquino que mora na França e que chegou como voluntário, através da Rede Mundial de Voluntários para Fazendas Orgânicas, ou wwoof.  Além dele, contamos também com a Valentine, belga mas já abrasileirada, e seu companheiro Victor (carioca), que vieram lá de Sapucaia-RJ (de onde vem a foto da agrofloresta de um post anterior).

Bom, nessas ultimas semanas colhemos juçara, demos continuidade ao telhado de bambu, trançamos mais algumas paredes para o mutirão que vai rolar domingo 23 de outubro e fizemos um pouco mais de Cob com garrafas de vidro.

Fica aqui então o agradecimento aos irmãos, Cidadãos do Mundo que nos ajudaram nessas semanas.

Casa mãe. No momento estamos colocando os caibros no telhado de bambu, que será coberto com grama. Vê-se também à esquerda a fundação de cupinzeiro para elevação do piso.

Os amigos e Woofers Valentine e Marouane apertando os caibros de bambu gigante.

Valentine e Emilia preparando as ripas de bambu para trançar as paredes de pau a pique.

Parada pro almoço com Marouane. A juçara não pode faltar!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 758 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: